terça-feira, 9 de novembro de 2010

Eleição 2010

Enfim, disporei de um tempinho para descrever algumas impressões a respeito da eleição desse ano.

Já é sabido que teremos uma mulher governando nosso querido país pela primeira vez. Não me surpreendeu essa vitória, uma vez que tudo indicava que isso seria possível. Mas como dizem, a esperança é a última que morre, e eu, na minha "ingenuidade" (ou seria fuga da realidade?) tinha esperança de que ela não vencesse.

Julgo Marina Silva mais experiente, competente, capaz, renovadora e muitas outras qualidades superiores às da Dilma. Porém, o que isso importa? O que importa é que a Dilma só terá a palavra final, mas o Congresso (Deputados, Senadores...), tem um papel maior e talvez até mais importante do que o do presidente, afinal, eles criam as leis, eles julgam se vão chegar às mãos do presidente, enfim, o presidente não passa de um representante no qual cabe acatar ou não, assinar ou não. Para se ter uma ideia, muitos discursos não são feitos pelo próprio presidente, sempre tem acessores mais capacitados para essa finalidade. Então, mais uma vez, as qualidades pessoais do presidente pouco interferem, porque na verdade o governo só se fará a partir do momento em que bons acessores o presidente tiver ao seu lado, cabe a ele escolher bem seus "companheiros".

Dilma dará continuidade ao goveno Lula. Teremos, portanto, 12 anos do PT a frente, incluindo um presidente de altíssima popularidade. Não concordo, diante do país democrático em que vivemos, que um mesmo partido, que as mesmas pessoas, permaneçam por tanto tempo no poder. Acredito que elas se acomodam, sentem-se superiores e no direito de fazer o que bem entenderem, talvez seja a pior escolha, a continuidade. É preciso mudar. Mudar para que os próximos que entrarem tentem dar o seu melhor, para mostrarem a população de que eles também são capazes e, lógico, para que nas posteriores eleições todos se lembrem do "bom" governo e votem neles, desse modo, não se arriscariam a fazer um "mal" governo. A continuidade é perigosa, pode trazer consigo a estagnação e, também, de certo modo, uma ditadura de um só poder, unipartidária. (Teoria da Conspiração? Creio que não.).

Os debates eleitorais desse ano foram lastimáveis. Assuntos sem grande relevância tomaram a frente, e os de maior importância ficaram obsoletos, escondidos debaixo do tapete para serem esquecidos, uma vez que sendo muito discutidos poderiam haver maiores discordâncias. Foram debates sem grande expressão, que pouco interferiram nas opções de voto dos eleitores. Muitos ainda dizem que só assistiram os do primeio turno por causa do Plínio Arruda (PSOL), que se tornou uma espécie de "animador", e com isso ele até conquistou alguns votos. No segundo turno, tudo na mesma.

Também não concordo com os chamados "votos de protesto". Acredito que é melhor você votar no "menos pior" ou anular. Grande parte dos eleitores desconhecem o fato de que a partir do momento em que você anula seu voto você está protestando e, ao mesmo tempo, dizendo que nenhum daqueles candidatos são dignos de se tornarem seu representante. A política pode até ter-se tornado motivo de piadas, mas, pelo contrário, ela não é piada. Política é seriedade, é o presente e o futuro de toda uma nação, não se pode brincar com algo que tem o poder, de certo modo, da sua vida nas mãos.

Concluindo essa parte, essa eleição foi vergonhosa. Esperava mais de todos os candidatos. As propagandas eleitorais foram as piores possíveis: Serra atacando Dilma, Dilma atacando Serra, Marina neutra. A intimidade das pessoas viraram motivos para se decidir um voto. Candidatos passaram a crer mais em Deus. Coisas pequenas tomavam grandes proporções. Dilma acreditando que é o Lula e só mostrando os dados bons do passado e pouco mostrando o próprio plano de governo. Serra muitas vezes preocupou-se mais em atacar a Dilma do que também mostrar o plano de governo. (Acho, inclusive, que os "marqueteiros" do Serra poderiam ter sido bem melhores).

E agora, Dilma eleita. Tudo continuará na mesma. Para quem tava ruim vai continuar ruim e para quem tava bom vai continuar bom. Classe média como sempre - independente do partido, isso já é questão histórica de muitos séculos atrás - sofrerá as consequências possíveis. E 2011 nem começou e já estão discutindo o retorno da CPMF, além de aumento nos salários dos 3 poderes, inclusive no da Presidente. Aproveitando esse fato, quero declarar que eles se esquecem de que o que ganham é um absurdo diante de uma maioria sobrevivendo e sustentando uma família com dificuldade, ganhando apenas um salário mínimo, trabalhando até mais que 8h por dia fora de casa e depois na própria casa, devido a falta de condições de se ter vários empregados. Esquecem-se de que não pagam por transporte e podem ir aode bem entederem. Esquecem-se dos privilégios que carregam consigo aonde forem. Esquecem-se que praticamente não trabalham, nas idas de 3 vezes por semana em um único turno permanecer tomando cafezinho no confortável escritório recebendo "visitas". Esquecem-se de que tem mais férias que muita gente. Esquecem-se das viagens que não pagam. Esquecem-se de que são invioláveis (imunidade material). Esquecem-se da imunidade formal a qual não os deixam ser presos (dentro de algumas condições). Por fim, esquecem-se de todos os privilégios que os colocam em superioridade perante o "restante" da população. Aí, eu pergunto: e a sociedade igualitária, democrática, quando vai funcionar?

Acesse: Folha.com - Poder - "Congresso quer aumentar o próprio salário e o de Dilma"

"Depois de desmontar a retórica, Dilma restaura a face." - Blog Josias de Souza - Folha Online

5 comentários:

  1. Olá Letícia,

    Passei para agradecer a visita, o comentário e as dicas de música! Adorei tudo!!

    Seu espaço é ótimo, digno de admiração à sua lucidez. Te sigo!

    Grande beijo para você!

    http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiie Dani!
    Bom que você gostou! =]
    Pode deixar que sempre passarei por lá, ok?!
    Obrigada pelo elogio e admiração, agradeço imensamente!
    Beeeijos!
    *-*

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Olá Letícia!
    Vim conhecer seu blog e gostei do visual e do texto, muito bom. Quando puder, gostaria que desse um pulinho ao meu blog. Atualmente, além dos meus textos, estou postando também outros de amigos jornalistas, mais chegados, por falta de tempo de atualizá-lo constantemente. Olha, estou seguindo o seu blog, tá? Você vai encontrar em meu blog jovens estudantes dinâmicas e alegres como você.

    Abçs

    Edward de Souza

    ResponderExcluir
  5. Oi Edward!
    Obrigada pela delixadeza dos elogios.
    Com certeza farei uma visita ao seu blog. É, a falta de tempo é nossa inimiga com certeza...rs
    Novamente lhe agradeço, obrigada por seguir meu blog, será sempre vindo, assim como suas opiniões.
    Abraço,
    Letícia Cunha!

    ResponderExcluir

Então, o quê você me diz?